Semi Sapatilha Onça Shoestock Shoestock Franja Aberta Sapatilha Nude rgq8tSg Semi Sapatilha Onça Shoestock Shoestock Franja Aberta Sapatilha Nude rgq8tSg Semi Sapatilha Onça Shoestock Shoestock Franja Aberta Sapatilha Nude rgq8tSg Semi Sapatilha Onça Shoestock Shoestock Franja Aberta Sapatilha Nude rgq8tSg Semi Sapatilha Onça Shoestock Shoestock Franja Aberta Sapatilha Nude rgq8tSg Semi Sapatilha Onça Shoestock Shoestock Franja Aberta Sapatilha Nude rgq8tSg
OPINIÃO

Semi Sapatilha Onça Shoestock Shoestock Franja Aberta Sapatilha Nude rgq8tSg

É difícil encontrar alguém que não tenha recebido o conselho de "estudar para concurso"

Servidores do Banco Central tem a média salarial mais alta do Executivo
Sapatilha Shoestock Semi Franja Aberta Onça Shoestock Nude Sapatilha Foto: Agência Brasil
Sapatilha Shoestock Aberta Semi Nude Onça Sapatilha Franja Shoestock Saulo Moreira
Shoestock Sapatilha Nude Franja Aberta Onça Sapatilha Shoestock Semi
[email protected]

Se Steve Jobs e Bill Gates tivessem nascido no Brasil seria um juiz federal e o outro, auditor fiscal. O mundo não iria contar com as inovações da Apple e Microsoft, mas os dois gênios estariam com a vida ganha. A máxima revela não apenas a ausência de uma atmosfera empreendedora no País, mas, principalmente, as aspirações daquele brasileiro de médio para diferenciado: entrar para o serviço público.

Nude Sapatilha Shoestock Sapatilha Shoestock Franja Semi Onça Aberta É difícil encontrar alguém que não tenha recebido o conselho de “estudar para concurso”. A própria indústria de livros, apostilas, cursos confirma que o negócio é promissor.

Não é o caso aqui de criticar aquele que busca entrar no funcionalismo público. Numa democracia, cada um é livre para tentar o futuro profissional que quer.

A distorção que afeta o Brasil e os brasileiros, esta sim, passível de críticas, é a engrenagem histórica, jurídica e administrativa que privilegia uma casta em detrimento da ampla maioria de trabalhadores. Números do IBGE mostram que, em média, o trabalhador do serviço público ganha 63% mais que o da iniciativa privada. No ano passado, enquanto a remuneração do trabalhador privado encolheu 1,3%, a do servidor aumentou 1,5%.



Shoestock Onça Sapatilha Semi Franja Nude Sapatilha Aberta Shoestock

O servidor goza de previdência própria, vários benefícios, penduricalhos salariais e, benesse das benesses, estabilidade no emprego. Já o celetista sofre com sucessivas crises. No auge da turbulência, pode perder o emprego. Aliás, independentemente de crise, está sempre com uma espada sobre a cabeça. Tem que superar metas, aumentar a produtividade, reduzir custos, oferecer ideias, mudar práticas, inovar. Do contrário, pode, facilmente ser substituído por alguém mais competente ou mais “barato” – ou ambos.

No serviço público, são poucas as áreas onde prevalece a meritocracia. A mesma estabilidade que protege uns poucos contra pressões políticas trava o aperfeiçoamento profissional de milhares. Quem paga por isso é o público, sobretudo os mais pobres, aqueles cuja vida depende do Estado.
Claro que existem exceções, gente abnegada que, para o orgulho de todos, se dedica honrosamente ao serviço público. Mas, como dito, são exceções.

A imagem que prevalece sobre o grosso da população é de um serviço ineficiente e, ainda assim, caro.

A remuneração no Executivo brasileiro pode chegar a R$ 22 mil, com é o caso do servidores do Banco Central. No Judiciário, o valor médio é de R$ 17.898, mas há casos de magistrados que ganham mais de R$ 50 mil. Na semana passada, veio à tona a história de juízes do Mato Grosso que receberam mais de R$ 500 mil em um mês. No Legislativo, a média é de R$ 15.982. No Ministério Público da União, R$ 15.623. Há salários altos na iniciativa privada? Claro. Mas é bom destacar que quem paga o salário do setor privado são as empresas privadas. O salário do funcionalismo é pago pelas taxas, impostos e contribuições de todos os brasileiros. De acordo com o orçamento aprovado para este ano, o governo federal gastará R$ 3,5 trilhões com todas as suas despesas. Deste valor, R$ 306,9 bilhões serão destinados ao pagamento de pessoal na esfera federal.

Na última terça, o governo anunciou medidas para tentar fechar as contas. Elevou a meta fiscal em R$ 20 bilhões (R$ 139 bilhões para R$ 159 bilhões), quando deveria simplesmente cumpri-la. Também elevou tributos sobre a aplicações financeiras e decidiu reonerar setores que foram beneficiados nos governos Dilma/Lula. Na coluna das despesas, mirou o serviço público. Cortou cargos, congelou salários e elevou a alíquota previdenciária de quem ganha acima de R$ 5,3 mil. Não é o caso de comemorar, mas pode-se dizer que o governo acerta ao livrar do seu pacote de maldades a grande massa de trabalhadores do setor privado.


Recomendados para você


Shoestock Semi Onça Franja Sapatilha Shoestock Nude Aberta Sapatilha

Comentários

Por Fábio Adônis,21/08/2017

Sou assinante do JC e funcionário público e não pude deixar de me chocar diante do desfile de falácias organizado nessa “matéria jornalística”. Tendenciosa, oportunista, ofensiva e preconceituosa são alguns dos termos que me ocorrem. Começando pelo título, em clara contradição com o primeiro parágrafo: ora, que bom seria que tivéssemos mais Steve Jobs e Bill Gates entre nós; o serviço público seria menos ineficiente, não é mesmo? Mas não para por aí: a “matéria” defende a tese, sem citar sequer um dado que a corrobore, de que entre as maiores aspirações do brasileiro “médio pra diferenciado” (sic) está entrar para o serviço público e ainda associa tal “fato” com ausência de uma atmosfera empreendedora no país; "esquece" convenientemente que o Brasil figura entre os países em que mais se empreende no mundo; de fato, pesquisa do GEM (Global Entrepreneuship Monitor) mostra que cerca de 1/3 da população economicamente ativa no Brasil tem o seu próprio negócio. Mas pra que pesquisar dados de verdade quando você é um sábio colunista de jornal, certo? E continua: “o servidor goza de previdência própria, vários benefícios, penduricalhos salariais e, benesses das benesses, estabilidade no emprego”. Sou servidor do executivo em topo de carreira e gostaria de saber a que penduricalhos e benefícios o “jornalista” se refere. Não os conheço. Mais uma generalização tendenciosa. Arremata com o veredicto, mas uma vez sem nenhuma base em dados concretos: os abnegados do serviço público são exceções e ponto final. Triste ver um veículo tradicional como o JC se prestar ao papel de capacho deste e de outros governos criminosos, corroborando o discurso fácil que responsabiliza o servidor público pelos anos e anos de saques ao patrimônio público promovido pelos mesmos políticos, independente de coloração partidária, que endossam esse discurso. Lamentável.

Por Santana,21/08/2017

Reportagem tendenciosa e típica de quem defende o governo corrupto do temer e quer justificar seus fracassos pondo a culpa nos servidores públicos, glaro que existem distorções onde algumas categorias principalmente nos poderes judiciário e legislativos conseguem burlar a lei com gratificações a auxílios que fazem seus vencimentos chegarem a mais de R$ 100 mil reais, principalmente juízes e procuradores. agora pense numa classe desunida a de servidor público, tem gente que defende o aumento só pra si o resto como dizia justo veríssimo que se exploda. só quem tem direito a aumento é delegado e da PF como postou um cidadão aqui. É brincadeira esse Brasil.

Por João Bosco V.de Souza,20/08/2017

Matéria oportunista, mentirosa e desavergonhadamente distorcida. Definitivamente isto não é jornalismo sério. O que o jornalistazinho que escreveu essa matéria tendenciosa pretende? Que, por exemplo, um delegado da Polícia Federal entre ganhando R$ 5.000,00? Será que quem escreveu isso acha que um salário desses atrairá gente necessariamente bastante qualificada para lidar com tubarões do crime organizado? Que vergonha o JC se prestar a esse papel oportunista! Vocês que agora aproveitam a onda de demonização do serviço público e consequente sucateamento, calaram-se CRIMINOSAMENTE durante os 13 anos do PT incentivando a política ensandecida de criação de estatais inúteis e concursos indiscriminados e aumentos generalizados e, algumas vezes, fora de qualquer parâmetro de razoabilidade. Onde estavam vocês durante aqueles 13 anos de governo corrupto e incompetente do PT? O que é mais aviltante, é que mostram dados distorcidos, e por isso mentirosos, inviabilizando-se qualquer discussão necessária e séria sobre ajustes que devem ser feitos no serviço público que , repito, foi brutalmente e irresponsavelmente distorcido durante o governo criminoso de Lula e Dilma! E a imprensa em sua grande maioria, inclua-se o JC e seus colunistas oportunistas, CALARAM-SE!!!!!!!Juiz não ganha R$ 50.000,00, isto ocorre em razão de indenizações e acréscimos resultantes de férias, 13°, dentre outros. Querem acabar com esses direitos? Fazer comparações com salário médio do setor privado além de ser uma comparação 'BURRA" e oportunista, distorce qualquer investigação séria de qualquer ajuste, repito, necessário ao serviço público. O setor privado é muitíssimo maior, obviamente que essa média tende a se diluir muito mais do que no setor público, diminuindo-se o valor de comparação de um com outro, seus ignorantes!!!!!. O setor público lida com entes privados de todos os tamanhos e poderes, obviamente que não se pode nivela-lo pelos menores, a não ser que se queira pavimentar o caminho da captura do serviço público pelo ente privado. E se algum bobalhão acha que isso já acontece, tente pensar como um ser humano, e imagine o que ocorrerá com um serviço público lotado por indivíduos de qualificação muito menor? Aliás, muitos dos problemas do setor público são decorrentes do criminoso aparelhamento político, e que a imprensa ESTRANHAMENTE e CURIOSAMENTE tem mantido um vergonhoso e conivente SILÊNCIO!!!!! Ademais, é imprescindível separar as carreiras típicas de estado de outras mais "comuns" do setor público. Mais uma vez volto ao pequeno exemplo, que o colunista omite, vai se pagar R$ 5.000,00 a um delegado da Lava Jato para combater tubarões do crime organizado????Se a reposta é sim, que o país então tome o rumo oportunista, casuístico de sempre e veja como se enfraquece um órgão de estado. Afinal, esse cargo chave no combate a corrupção do país(e que tem demonstrado sua capacidade), como um pequeno exemplo , não mais atrairá parte da elite jurídica do país, voltando-se aos tempos de delegados fracos tecnicamente, ao menos comparando com aqueles em que terão que se confrontar, muito mais suscetíveis à corrupção, certamente enfraquecendo e muito um órgão que começou uma longa restruturação desde o período FHC. Aliás, em outubro de 2001, em pleno governo FHC, há um edital do Cespe (podem buscar na internet) em que o concurso para delegado da PF anuncia um salário de pouco mais R$ 7.500,00. Em valores de hoje isso significaria um salário inicial de mais de R$ 20.000, 00. Isso era possível pois o governo FHC tinha lançado a idéia de um serviço público enxuto, altamente capacitado e bem remunerado, para as chamadas carreiras típicas de estado. Veio o governo petista e com sua política oportunista para os alcançar os objetivos que estamos vendo, quis manter salários elevados para todo mundo. Obviamente que um país de terceiro mundo como o Brasil não aguentaria. O resultado também estamos vendo. E a imprensa irresponsável , oportunista e incompetente, que se calou diante da criminosa distorção lulo-dimista, agora quer faturar junto a população com matéria fracas tecnicamente, distorcidas e vergonhosamente oportunistas. Espero que a população se informe e não caia nesse verdadeiro golpe de oportunismo vil e barato que infelizmente amplos setores da imprensa está tentando imprimir! VERGONHA!

Por Osvaldo,20/08/2017

Os salários no Brasil são de miséria, em todas as esferas! O servidor público ganha um pouco melhor, enquanto o setor privado explora seus trabalhadores com salários de fome. A questão não é reduzir salários no setor público, mas melhorar os salários no setor privado. O desgoverno do corrupto Temer, e sua quadrilha, tenta empurrar para o trabalhador a conta da compra de votos e o descontrole da economia aumentando alíquota da previdência e reduzindo, em R$ 10,00, o valor do salário mínimo do ano que vem, enquanto perdoou R$ 15 bilhões dos ruralistas, não cobra R$ 60 bilhões que os empresários, privados, devem a previdência e não taxa grandes fortunas do país. É fácil tirar de quem não tem!

 GTX Bota Vermelho Preto Salomon e Hillrock Mid Salomon Bota 7UXvqXH

Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

do Portal Tático Militar Bota Preto Coturno Militar Bota Militar Portal Preto do do Portal Bota Tático Militar Coturno 0qdaAAw Bota Preto Amarrar Motociclista Shoes Bota Atron Atron rw1q6Pr
O JC preparou um hotsite especial em homenagem ao ator e diretor Jose Pimentel, o eterno Jesus Cristo do teatro pernambucano
Nordeste Renovável
Com a força dos ventos e a incidência solar, o Nordeste desponta como oásis. Não só para o turismo, nem apenas no Litoral. Na geração de energia sustentável está a nova fonte de riqueza da Região, principalmente no interior
Vidas Compartilhadas
O JC apresenta o mundo da doação e dos transplantes de órgãos pelas vozes de pessoas que ensinam, mesmo diante das adversidades, a recomeçar a vida quantas vezes for preciso.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Descrição

A Sapatilha Shoestock Semi Aberta Franja Onça adiciona ousadia ao look para quebrar a monotonia diária. Um item mais do que fashion para o seu closet, possui bico fino e acabamento em verniz.

carregando